Processo de certificação de comunidades quilombolas segue avançando no Maranhão

30/05/2022

Reunião com representantes de comunidades quilombolas em Colinas

O Governo do Maranhão realiza ações de certificação estadual de comunidades quilombolas para garantir a essas comunidades acesso às políticas públicas estaduais e, também, para traçar um perfil mais detalhado sobre elas. 

A certificação estadual é um trabalho que está sendo realizado pela Secretaria de Estado de Igualdade Racial (SEIR), através de comissão específica que entre as suas atribuições, coleta as principais informações durante as visitas técnicas feitas em cada município. 

Na cidade de Colinas, a equipe técnica da certificação formada pela Chefe de Assessoria Jurídica, Wilma Martins; Assessora Jurídica, Jessica Martins e Gestor de Povos e Comunidades de Matriz Africana, Sebastião Cardoso Júnior, visitou as comunidades quilombolas de Peixes e Taboca do Belém, em encontros que contaram ainda com a presença de representantes das comunidades Cambirimba, Viola, Albino e Floresta:

“Foram encontros muito proveitosos que tivemos nas comunidades de Taboca do Belém e Peixes onde reunimos com representantes de diversas comunidades levando informações sobre o processo de certificação estadual, colhendo informações e acima de tudo cumprindo as orientações do Secretário Gerson Pinheiro no sentindo de buscar cada vez mais melhorias para a povo quilombola”, destacou Wilma Martins, que Presidente a Comissão de Certificação.

Segundo a Comissão, a expectativa é que em breve as primeiras certificações sejam emitidas.

Comissão de Certificação ao lado do vice-prefeito de Colinas, João Aroldo

O vice-prefeito de Colinas, João Aroldo, que esteve presente durante as visitas técnicas, destacou a importância desta ação do Governo do Maranhão no município: “Muita produtiva essa visita, orientando as nossas comunidades quilombolas. Precisamos buscar parcerias e ações para nossa população quilombola, e isso que estamos fazendo de portas abertas, Prefeitura e Estado, para ajudar no que for necessário”, afirmou.

O mapeamento e identificação de casas, tendas e terreiros, é uma outra ação que está sendo desenvolvida pela SEIR. Em Colinas, foram repassadas informações sobre o tema.

“Muito importante a ajuda do governo do Maranhão nesse sentido e juntos vamos conquistar nosso objetivo que é defender o direito que temos de expressar a nossa fé, sem intolerância e violência”, destacou Mãe Du, Mãe de Santo e Presidente da Associação Quilombola de Cambirimba.